POWr Multi Slider

6.6.17

nudez (nada) acidental

Cada vez mais existe uma tendência nas redes sociais. Que passa pelas fotos com nudez. Em topless ou mesmo em nu integral. As imagens nunca são muito fortes porque, pegando no caso do Instagram, existe uma censura às publicações femininas. E são as mulheres que mais partilham este tipo de fotos. E existem cada vez mais mulheres conhecidas a partilhar momentos destes.

Uma forma de olhar para estas imagens é a mais inocente. Acreditar que é apenas um belo momento que acabou imortalizado numa imagem. Que, por sua vez, acaba partilhada numa rede social. É algo que não passa disto. Não teve outro objectivo. Nem tem uma finalidade. É apenas uma imagem como tantas outras que as pessoas partilham nas redes sociais. A diferença é que é mais ousada.

Existe outra forma de ver tudo isto. Menos inocente. Mais fria. E que passa despercebida a muitas pessoas. Que passa por um plano pensado ao detalhe. Plano no sentido de não ser inocente. De existir um objectivo. Uma finalidade. E isto não é tão absurdo como possa parecer. Para muitas pessoas será apenas uma imagem. Mas poderá ser muito mais do que isso.

São imagens que têm um grande alcance. Chegam a mais pessoas. Muitas são mesmo notícia. Multiplicam-se os gostos. Os comentários. Em algumas a mulher usa apenas um biquíni da marca x. Noutras destaca-se outra coisa da marca y. Às vezes não importa a marca mas a visibilidade que dá à pessoa que acaba por chamar a atenção de quem a possa procurar para um trabalho. E todos estes detalhes fazem com que a nudez possa não ser acidental.

Isto não é necessariamente uma crítica. É uma realidade das redes sociais. É saber tirar proveito das mesmas. E quando é feito na perfeição acaba por passar despercebido. Isto não quer dizer que aconteça sempre. E com todas as pessoas. Mas é uma tendência que está a crescer cada vez mais e que joga com as armas que pode.

2 comentários:

  1. Uma das coisas que critico, isto é, não concordo, é quando uma pessoa exerce uma profissão pública, expõe-se demais no Instagram, tirando selfies no seu gabinete.
    Penso que há uma imagem a proteger.

    ResponderEliminar